Como funcionava o telegrafo?

3 Answers

  • Através do Código morse

    O que é o Código Morse?

    O código morse é um sistema de representação de letras, números e sinais de pontuação através de um sinal codificado enviado intermitentemente. Foi desenvolvido por Samuel Morse e Alfred Vail em 1835, criadores do telégrafo elétrico (importante meio de comunicação a distância), dispositivo que utiliza correntes elétricas para controlar eletroímãs que funcionam para emissão ou recepção de sinais.

  • resposta

    resumo sobre Como funcionava o telegrafo=O telégrafo harmônico funcionava da seguinte maneira: um conjunto de eletroímãs , em forma de ferradura, produzia vibrações em pequenas lâminas de aço. Cada extremidade desta ferradura prendia uma das pontas da lâmina de aço. Junto a uma das extremidades dessa lâmina, havia também um contato elétrico. Quando o eletroímã estava ligado a uma pilha, a lâmina de aço passava a ser atraída, separando-se do contato elétrico. Quando este eletroímã era desligado, a lâmina voltava à sua posição inicial aproximando-se do contato elétrico.

    Transmissor (esquerda) e receptor (direita)

    do telégrafo harmônico de Bell

    Quando a corrente elétrica do eletroímã passa pelo contato elétrico entre a lâmina e o imã, ele se rompe. Esse rompimento é causado pelo próprio ímã, que corta a corrente elétrica fazendo com que a lâmina volte para seu lugar, produzindo um novo contato. Então, a lâmina é atraída até que seu contato se rompa e assim sucessivamente, até que a pilha – geradora da corrente seja retirada ou se esgote. Essa vibração da lâmina diante do eletroímã produz um zumbido, com diferentes f reqüências , o que depende do comprimento e da grossura da lâmina de aço.

    Diagramas dos osciladores do telégrafo harmônico,

    desenhados por Bell em 1875

    Bell mandou construir vários sistemas desse tipo formando pares idênticos. Cada um dos aparelhos construídos produzia um zumbido ou som, igual ao emitido pelo seu par, porém, diferente dos sons produzidos pelos outros pares. Complicado não é? Basta prestar um pouco de atenção e você entenderá tudo com “um pé nas costas”. Cada par de eletroímãs iguais formava um sistema de transmissão e recepção de sinais elétricos. Bell esperava que quando um eletroímã produzisse um som, se ligasse a um outro eletroímã idêntico. Esse segundo, também começaria a vibrar, produzindo o mesmo som ou zumbido. Quando eletroímãs diferentes fossem ligados entre si, um deles não faria o outro vibrar, ou seja, um não causaria interferência no outro. Bell não tirou tudo isso somente da sua imaginação, mas sim de seus estudos, nos quais conheceu um princípio da física que se tornou a base de suas hipóteses, o da ressonância de oscilações. Se você quiser constatar esse princípio, faça o teste: coloque dois violões idênticos e bem afinados, um na frente do outro. Se tocar uma das cordas de um deles, a mesma corda, do outro violão começará a vibrar, enquanto as outras continuarão paradas. Quando Bell pensou no telégrafo harmônico, estava tentando produzir um fenômeno semelhante, porém com vibrações transmitidas pela eletricidade, e não pelo ar.

    Fotografia dos dispositivos do telégrafo harmônico de Bell,

    juntamente com duas pilhas da época

  • Devido a uma resposta longa, estou lhe passando o endereço do site:

    http://br.geocities.com/jcc5001pt/museutelegrafo.h…

    Dá uma lida no texto, com figuras ilustrativas, muito legal.

    Sds

Deixe um comentário