tenho hipotireoidismo,diabetes e hipertenção, posso tomar o cloreto de magnésio? Qual a dosagem?

4 Answers

  • Amiga, sugiro que você faça a reposição dos hormônios da tireóide, use seus medicamentos antihipertensivos e seu mediamento hipoglicemiante e não perca tempo com panacéias que não têm comprovação científica. Boa sorte.

  • Diabetes é uma doença muito grave que não deve ser subestimado … Eu recomendo que você seguir este método natural que ajuda muito http://diabetes.sugestao.info/

    Este método é capaz de mudar radicalmente a qualidade de vida, mas em qualquer caso, é essencial consultar um médico!

  • tenho hipotireoidismo posso tomar cloreto de magnésio pa

  • rtrite, Artrose, Tendinite, Pressão Alta e muitas outras doenças podem ser curadas e evitadas.

    O magnésio é um dos minerais essenciais para a regeneração celular, e é utilizado em mais de 350 reações enzimáticas no organismo, mais do que qualquer outro mineral. Ao lado de oxigênio e iodo, o magnésio é o terceiro elemento mais importante para sustentar a vida, assim como para reverter as doenças e o envelhecimento.

    A coisa mais importante e crucial que precisamos fazer é compensar, de maneira mais eficiente possível, nossas deficiências de magnésio.

    · Insônia · Obesidade · Enxaqueca · TPM (SPM) · Instabilidade emocional · Depressão / Apatia · Raiva · Nervosismo

    · Ansiedade · Epilepsia · Pedras nos rins · Insuficiência Cardíaca Congestiva · Fadiga Crônica · Pressão arterial alta (hipertensão)

    · Constipação · Diabetes · Cãibras musculares · Osteoporose · Artrite · Artrose · Problemas de memória · Ruído Sensibilidade

    · Dormência e formigamento · Tiques nervosos ·Transpiração excessiva · Anorexia · Asma· Envelhecimento acelerado.

    Cuidados:

    O cuidado é necessário em casos de deficiência renal / distúrbios renais.(quem faz hemodiálise não pode tomar)

    Cloreto de Magnésio é paradoxalmente tanto calmante como energizante. O uso prolongado (principalmente se tomado por via oral) tenderá a ajudar a dormir, mas a curto prazo os efeitos de ativação em pessoas sensíveis, especialmente se usado na parte da tarde ou à noite, pode eventualmente causar inquietação ou dificuldade para dormir.

    CONTRA-INDICAÇÕES – Duas, graves: Insuficiência dos rins e paratireóide (garganta). Tente devagar, com meia dose diária durante uma semana, duas meias-doses na outra semana, três meias-doses na 3ª semana, ao levantar, ao meio dia e ao deitar.

    Depois dos 40 anos, o organismo absorve sempre menos magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso ele deve ser tomado como preventivo conforme a idade:

    a) de 40 aos 55 anos – ½ dose diária.

    b) de 55 aos 70 anos – 1 dose pela manhã.

    c) de 70 aos 100 anos – 1 dose pela manhã e 1 dose à noite.

    Atenção: para as pessoas da cidade com alimentos de baixa qualidade (refinados e enlatados), um pouco mais; e para as pessoas do campo, um pouco menos.

    Não cria hábito, mas deixando de tomá-lo perde-se a proteção. As doenças, dores e o desgaste natural serão bem atenuados ou até eliminados.

    O magnésio não é remédio, mas alimento sem contra-indicação, por isso é compatível com qualquer medicamento simultâneo. O adulto precisaria obter dos alimentos o equivalente a 3 doses e, não o conseguindo, deveria complementá-los, à parte, para não adoecer. Dificilmente passará do limite, por isso as doses indicadas para os de 40 a 100 anos são as mínimas.

    Conclusão, sim você pode tomar o cloreto de magnésio, procure orientação médica para acompanhamento.

Deixe um comentário